O influenciador digital ganhou atenção dos negócios justamente pela sua capacidade de influenciar e modificar a opinião de seus seguidores.

Isso porque, ao recomendar um produto ou serviço, ele ajuda seus seguidores a encontrarem, compreenderem e muitas vezes se interessarem por ele.

Existem vários tipos de influenciadores:

  • celebridade;
  • expert;
  • autoridade;
  • analista;
  • ativista;
  • jornalista.

Foco e segmentação é fundamental para utilizar Influenciadores na estratégia de marketing

Saber identificar e utilizar o conhecimento e poder de relevância de cada Influenciador é importantíssimo para o planejamento estratégico de Marketing.

Identificar exatamente o objetivo, o posicionamento da marca e o público-alvo que deseja atingir.

Justamente por serem influenciadores de milhares (ou até milhões) de pessoas, essas pessoas (hoje… profissionais) usam sua reputação para agregar ainda mais valor para uma marca ou serviço.

Na verdade, isso sempre aconteceu nas relações sociais, só que agora a comunicação digital deu escala exponencial para os influenciadores.

Tanto para o bem… como para o “mal”. Aqui, leia-se “mal” como por exemplo comentários negativos.

Segundo pesquisas, o Marketing de Influência fica em terceiro lugar como índice propulsor de vendas na internet (31%), perdendo apenas para os sites de compras (56%) e para os canais proprietários das marcas, que vêm logo em seguida, com 36%. Além disso, 65% das marcas já utilizam estratégias de influência e 52% das empresas possuem uma verba exclusiva para ações em mídias sociais focadas nesse setor.

20% dos consumidores estão dispostos a pagar mais por um produto ou serviço que foi endossado por uma celebridade.

Por conta dessa importância, é preciso avaliar a relevância que esses especialistas em conteúdo têm no segmento, a qualidade do conteúdo que produzem e o estilo que possuem ao criar. Para analizar, lembre-se que um influenciador pode solucionar diferentes tipos de demandas:

Como influenciadores podem trazer valor ao Negócio

  • Consciência de marca: quando uma marca ou um produto é introduzido no mercado para diferentes tipos de audiência;
  • Educação: uso de vídeos e tutoriais explicando o funcionamento ou utilidade de um produto ou serviço;
  • Autoridade em SEO: links para o site, e-commerce ou redes sociais da marca, que ajudam a impulsioná-la nas pesquisas no Google;
  • Cases e Histórias: mostrar o produto sendo usado, ajuda consumidores em potencial a perceber a sua utilidade, gerando muitas vezes a conversão em vendas;
  • Seguidores Sociais: os influenciadores podem distribuir presentes, brindes ou mesmo conteúdo sobre o produto;
  • Controle de Dano: uma marca está com uma má impressão no mercado? Talvez o influenciador seja a solução para limpar a barra dela com os consumidores;
  • Vendas: a opinião de clientes pode aumentar as vendas. Ou seja, quanto mais clientes a marca tiver, mais in uenciadores ela pode ter;
  • Confiança: o conteúdo criado pelo próprio consumidor tem muito mais credibilidade perante os potenciais consumidores;
  • Fãs: o alcance das marcas pode aumentar ainda mais, quando seus fãs postam fotos e conteúdos sobre elas, são os chamados Brand Lovers.
  • Efeito Dominó: quando os in uenciadores conseguem convencer seus seguidores e fãs a participarem de ações promocionais de marcas e serviços, o chamado Live Marketing.

Conclusão

Utilizar a força de influenciadores é uma estratégia fantástica para o Negócio. O ponto crítico aqui é foco na estratégia alinhada com a afinidade Negócio-Influênciador.

Sumário
Influenciadores: Estratégia Para o Negócio
Nome do Artigo
Influenciadores: Estratégia Para o Negócio
Descrição
O influenciador digital ganhou atenção dos negócios justamente pela sua capacidade de influenciar e modificar a opinião de seus seguidores.
Autor
Opp.ag Propaganda & Marketing
Olá, Como podemos te ajudar?
Powered by