Primeiramente vamos entender esse termo, o termo “Millennials” foi criado para definir uma faixa da população nascida entre os anos 80 e início e final dos anos 90.

Essa geração desenvolveu-se numa época de grandes avanços tecnológicos e prosperidade econômica, e facilidade material, e efetivamente, em ambiente altamente urbanizado. Se a geração X foi concebida na transição para o novo mundo tecnológico, a geração Millennials foi a primeira verdadeiramente nascida neste meio.

A diferença dessa geração que também titulada de Geração Y, das anteriores, os Baby Boomers e a Geração X, nascidos entre os anos 50 e 70, é a sua relação muito próxima com o mundo digital.

Como citado, grande parte desta geração já nasceu conectada e a outra utiliza a internet para realizar a maioria das atividades do dia a dia, para se comunicar e para consumir.

Essa geração de jovens representa uma massa de 58,7 milhões de consumidores no País, em 2025 serão 75% que estarão no mercado de trabalho, uma grande massa de consumo para o futuro.

Nos EUA é a faixa etária mais expressiva no mercado de trabalho, e falando-se globalmente, têm um poder de compra de mais de U$ 2,45 trilhões.

Entender melhor essa nova geração será fundamental para o futuro de todas as marcas.

Eles não querem apenas consumir um produto apenas, e sim saber de onde ele vem, como é realizado o processo da produção, os valores que a empresa emprega na produção, eles buscam o relacionamento com a Marca.

As marcas que desejam interagir com essa nova geração devem adotar uma postura mais autêntica, proporcionando assim a confiança e reciprocidade destes novos consumidores, eles buscam marcas que estejam dispostas a ter uma relação transparente e em longo prazo.

Pesquisas indicam que 41% do Millennials buscam interagir diretamente com a marca, criando uma relação de proximidade e confiança.

Os Millennials são considerados também a geração jovem mais influente que já existiu.

As grandes marcas já se mobilizam para criar produtos e estratégias para a essa geração.

Alguns exemplos, no setor de  alimentação, cuidados pessoais e bebidas também já tiveram que se adaptar à crescente preocupação que esta geração tem apresentado com a saúde e a composição dos produtos que consomem.

Uma pesquisa feita, nos Estados Unidos, com cerca de 1800 famílias, descobriu que mais da metade dos pais que compram alimentos orgânicos regularmente fazem parte Geração Millennials. essas pessoas não apenas consomem alimentos orgânicos, como também buscam conhecer cada vez mais sobre eles. De acordo com essa mesma pesquisa, 77% dos entrevistados afirmaram saber bastante sobre alimentação orgânica. E com esse conhecimento vem a confiança,  54% afirmaram ter confiança na integridade dos rótulos.

Outro exemplo é a Air France acaba de criar  uma  companhia aérea só para os jovens Millennials, chamada Joon,  que vem do francês “Jeune”, que significa “jovem” , pronúncia é parecida.

O anúncio oficial da Joon diz que a nova marca foi desenhada inteiramente para atender aos requisitos e às aspirações dos millennials, uma geração conectada e autêntica, que busca  além do mundo do transporte aéreo.

No setor automotivo, os comportamentos dos Millennials estão alterando essa indústria, eles buscam a experiência e a utilidade, preocupados com  fatores como o aumento do trânsito, poluição, estão mudando assim o conceito de mobilidade, para essa geração a propriedade de um carro já não é mais tão expressivo como antes, ficando assim muito menos dependentes do automóvel, uma pesquisa recente, realizada pela Global Automotive Consumer Study: Future of Automotive Technologies, elaborado pela Deloitte em 17 países, apresentam que 62% desta geração consideram dispensável possuir um veículo,  eles estão cada vez mais inclinados a abrir mão de ter a propriedade de um carro, outra pesquisa indica que 76% dos ‘Millennials‘ preferem dirigir um carro eco-amigável para tornar suas vidas mais ‘verdes’.

O design e a inovação são também fatores fazem com que os produtos da marca sejam desejados pelos Millennials.

Os Millennials estão mudando cada mais vez os hábitos de compra e impulsionando novas tendências, às quais as marcas precisam corresponder, será fundamental conhecê-los, entendê-los para aplicar as estratégicas específicas para essa geração.

Não haverá espaço para as marcas que não se adaptarem às tendências de compras e padrões de comportamento desse público, elas devem redefinir os seus negócios e direcionarem os seus produtos e estratégias para interagirem com essa nova geração e outras que estão chegando, a geração Z, mas isso já é outro assunto.

Sumário
Os Millennials e a sua Relação com as Marcas
Nome do Artigo
Os Millennials e a sua Relação com as Marcas
Descrição
Essa geração de jovens representa uma massa de 58,7 milhões de consumidores no País, em 2025 serão 75% que estarão no mercado de trabalho, uma grande massa de consumo para o futuro.
Autor
OPP.AG